Sustentabilidade

“Haverá ainda, no mundo, coisas tão simples e tão puras como a água bebida na concha das mãos?”
-Mário Quintana

  • Economizadores de energia.
  • O lixo reciclável é separado.
  • Em vez de sacolas plásticas, fazemos origami (dobraduras) de sacos de lixo com papel jornal.
  • As nossas lâmpadas são todas econômicas, sendo a maioria de Led (ainda mais econômicas).
  • Chuveiros e banheiras são aquecidos através de aquecimento solar.
  • Resíduos orgânicos da cozinha e aparas de jardim são destinados à compostagem na própria pousada. O húmus obtido aduba o horta, o pomar e o jardim.
  • Captação da água da chuva para um reservatório.
  • Horta, pomar e uma pequena criação de aves garantem a produção de verduras e ovos orgânicos.
  • Pães, geleias, mel, queijo e outras delícias do café da manhã são adquiridos de produtores locais.
  • Incentivamos o programa consciente – voluntário – de troca de roupas de cama e banho.
  • Disponibilizamos bicicletas para os hóspedes que sejam simpáticos à ideia de passear sem carro.
  • Os chalés são equipados com vasos sanitários eficientes, com duas opções de fluxo d’água.
  • Toda a estrutura arquitetônica da pousada foi concebida visando otimizar o aproveitamento da luz natural (arquitetura sustentável).
  • Nossos funcionários recebem treinamentos e participam com entusiasmo das ações sustentáveis, tornando o trabalho em equipe mais eficiente, cooperativo e agradável.
  • Mesmo situada na propriedade vizinha, investimos na proteção da nascente, formando uma mata ciliar com mais de 200 árvores nativas.
  • Para evitar a contaminação dos rios, procuramos utilizar ao máximo artigos de limpeza e higiene biodegradáveis.
  • Damos destinação correta a todo o óleo usado na cozinha e às sobras de sabonetes.
  • Reutilizamos materiais que seriam descartados: latas vazias são pintadas e usadas para separar resíduos; garrafas pet são úteis para irrigação da horta; e garrafas de vidro ganham vida nova graças a um delicado artesanato feito na estalagem.
  • A lenha utilizada é proveniente de galhos caídos, árvores mortas e/ou madeira de reflorestamento.
  • Sensores de presença instalados nas área externas otimizam o aproveitamento da energia elétrica.
  • Os efluentes gerados são tratados através de um engenhoso sistema de fossa-filtro-sumidouro.

Revista Plurale edição 21

Portal ecohospedagem